[ Resenha ] A Besta Negra do Belleterre - Mary Jo Putney

terça-feira, 27 de agosto de 2013
      A Besta Negra do Belleterre

            ( The Black Beast of Belleterre ) Antologia Christmas Revels

A Besta Negra do BelleterreA história da Bela e a Besta na Inglaterra vitoriana. A besta negra do Belleterre tem um herói: James Markland, barão de Falconer, que cresceu em solidão e, além disso, está desfigurado por uma lesão. Leva um capuz para ocultar seu rosto, e vive em solidão. Um homem chamado Sir Edward Hawthorne toma emprestada uma quantidade substancial de dinheiro dele,
e não pode devolver. Quando vai enfrentar ao senhor Hawthorne, vê de longe a Ariel, sua formosa filha. Logo se inteira de que Sir Hawthorne tem a intenção de casá-la com um homem mais velho com o fim de pagar a seus credores. Falconer se oferece em seu lugar, a contrair matrimônio só de nome com Ariel.


                      Resenha:
Só para avisar, essa estória não tem nada de hot. Nenhuma ceninha, mas é muito boa. James Markland, barão de Falconer cresceu sozinho, pois nem mesmo seu pai tinha coragem de olhá-lo. Assim, James cresceu apenas com a companhia dos empregados e logo após a morte de seu pai ele herdou as terras e os negócios. Quando seu negócios prosperam cada vez mais, um homem Sir Edward Hawthorne pede uma boa quantia em dinheiro alegando que suas terras, gado e plantio estavam morrendo e que a terra era muito importante para ele, e que quando conseguisse recuperar os danos perdidos ele pagaria com juros. Mas isso não passou de um golpe. James percebe assim que entra na propriedade do homem e ve tudo muito mal cuidado e que seja lá o que ele tinha feito com o dinheiro, não foi gasto ali. Enquanto James esta andando pela propriedade do homem ele avista Ariel, A filha única de Edward Hawthorne , uma moça com grande dom de arte em desenhos e um coração que quase não cabe no peito de tão grande. Logico que não demora nem um segundo para James se interessar pela moça, mesmo ele pensando que ela nunca ficaria com ele por livre e espontânea vontade, não com sua aparência do qual ele mesmo se escondia debaixo de um capuz.
      Quando James entra na casa e ele ouve uma conversa do qual Edward quer casar sua filha com um senhor muito mais velho que ela e com um caráter duvidoso, mas isso não importa por que ele é rico. Para salvar a garota do destino cruel ele a pede em casamento só de nome, sem que ela precise encontra-lo muito. Ai eles se casam e não rola nada, mas a cada dia Ariel se ve mais apaixonada por ele enquanto ele tenta se esconder sempre que pode. Então a convite de sua amiga recém casada, Ariel decide visita-la e James decide que ela ira só, mas só por que ela o tinha visto no escuro e se assustado. Então o bofe ficou magoado e não quis conversar sobre o assunto.
   Ele faz de tudo para deixa-la afastada, mas a cada dia separados, mais eles percebem que não podem ficar sem o outro.
  Aiiii. A historia é curtinha e super romântica ! Teve vezes que eu queria que um deles simplesmente se agarrassem logo e vissem que não precisava de tanta preocupação por causa das aparências. Mas valeu a pena ler, muito lindo a historia  e a autora esta de parabéns. Não sou fã de historias muito curtas, pelo menos quando é livro único. Peguei só por que o titulo me chamou a atenção, mas não me arrependi, li a noitinha e fiquei suspirando. Recomendado !

                 
                                                         

          
                          

Nenhum comentário :

Postar um comentário

* . Comente aqui o que você achou da postagem , se gostar vire seguidor do blog. * sua presença é muito importante.