Guia Para Garotas Contra Zumbis - 5º Capítulo - Droga Dylan !


Quando acordei Ian já estava fora da cama olhando pela janela com um binóculo em sua mão esquerda e com um radio policial na outra.

─ Noticias boas? ─ Por favor. Pensei rezando. Eu queria boas noticias, não que isso fosse possível, mas que pelo menos essa coisa estranha que estava acontecendo tivesse alguma explicação logica ou uma cura fácil como beber leite direto na garrafa.


    Ian meneou um pouco com a cabeça pensando se poderia me dizer. Fiquei tão ansiosa que levantei da cama antes dele mesmo me dizer e tomei o binóculo de sua mão e olhei.

Não era bom . Não tínhamos boas noticias e eu tinha uma pior ainda, um noticia pior do qualquer coisa que alguém pudesse imaginar.

   Ian colocou a mão em meu ombro e perguntou suavemente.

Aquela não é sua avó? Perguntou e tive medo das palavras que iam sair pela minha boca.

  Lagrimas juntaram em meus olhos e ele me abraçou para me acalmar. O motivo do choro tinha vários motivos. 1- Minha avó estava do lado de fora da casa num estado deplorável do qual só podia ser reconhecida pelos trajes; 2 – Estavam-lhe faltando pedaços e estavam saindo “coisas” de seu corpo; 3- E mais importante ...

   Olhei para ela novamente para ter certeza da 3 opção. Em seguida ouvimos as noticias do rádio.

“ Eles levantaram !” ─ Um homem de voz grossa e profética gritou do outro lado, como aqueles doidos que vemos em filmes apocalípticos. Ouve um  som de baque abafado e um urro para depois se seguir de um grito que parecia ser de uma moça. Depois de vários gritos e sons irreconhecíveis, o radio apagou.

  Ian ligou a tv e o computador e começamos a ver as noticias e essas ,eram ainda piores. Vídeos de coisas saindo de suas covas ao longe e um dos cemitérios que apareceu no vídeo, não ficava muito ao longe daqui. Ian clicou em um e começamos a assistir o vídeo mais recente .

   Cemitério da Ressurreição . As letras grandes apareciam no portão velho e enferrujado da entrada. Parecia até brincadeira, mas não era.

No começo tudo que aparecia na imagem eram lapides e uns trabalhadores limpando-as, os segundos foram passando e pensamos que se tratava apenas de uma piada sem graça onde nos segundos finais do vídeo fosse aparecer a garota do exorcista, mas depois de quinze segundos um vulto surgiu atrás de um dos homens e colou sua cabeça ao pescoço do homem e sangue começou a brotar de lá. Depois foram aparecendo mais...e mais....e mais. A câmera começou a tremer e acabou caindo no chão. Antes dela ter a oportunidade de pegar uma das criaturas de perto, seu dono voltou e a pegou de volta, saindo correndo em seguida. Mas não cedo o bastante para não pegar a imagem de minha avó saindo pelo portão principal.

─ Bosta. ─ Falei irritada e em choque.

 Meu coração quase saiu do peito. Era mais divertido quando essa coisa de zumbis ficavam apenas em filmes e em livros...

─ Sua avó.... ─ Começou Ian sem terminar e tive que faze-lo por mim mesma.

─ Morreu há dois anos atrás.

     Começamos a ver outro vídeo. Esse tinha sido gravado em nossa escola hoje e a coisa estava para lá de ruim. Estavam na quadra de basquete e tinha as meninas do tipo de torcida. Niall, o cara mais alto e forte da nossa turma apareceu atrás de umas das lideres e ela gritou, mas tinha sido de diversão. A garota tinha pensado que ele estava brincando ou se aproveitando da situação até ele arrancar sua orelha e o resto do time larga-la sozinha, gritando, sem um pedaço de sua orelha.

Ian e eu nos olhamos e desviei o olhar para minha avó. Vendo seus olhos sem expressão, desprovido de sentimentos. Sem vida. Abri a boca para gesticular alguma coisa coerente que não fosse um choro desesperado, mas  antes que isso pudesse acontecer, ouvimos um tiro e o grito triunfal de Dylan .

─ Bem na cabeça ! .

   E vi o corpo dela cair no chão como uma jaca madura caindo do pé.

  Ian balançou a cabeça e disse um sonoro “ Porra Dylan!”. Eu fiquei satisfeita que pelo menos uma pessoa naquele quarto pudesse dizer alguma coisa. Eu estava decidindo entre gritar ou desmaiar. Não aconteceu nenhum dos dois.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

* . Comente aqui o que você achou da postagem , se gostar vire seguidor do blog. * sua presença é muito importante.