3 Capitulo - Festa com um Lobisomem

domingo, 3 de julho de 2016
           
  
     “Eu não posso acreditar que estamos realmente fazendo isso ", Ivy disse quando eu entrei na Lexus SUV de sua mãe e nos dirigimos para buscar Brandon e levá-lo para a festa de Abby.

     Eu estava animada por ver Brandon em público, embora ainda não estar abertos sobre o nosso relacionamento e pensei que seria bom para nós dois se divertirmos um pouco desde que tínhamos cerca de duas semanas até que seu pai estivesse vindo da Europa.

"Não faz você se sentir bem, fazendo algo de bom para alguém?"


 "Mais ou menos. Mas eu não quero adquirir o hábito", ela disse com um sorriso.

"Nós vamos ser a conversa da festa."

 "Bem, vai ser incrível ter o lobisomem de Run Legend na festa." Ela não sabia que ela estava falando a verdade. "Talvez ele vá  mesmo usar o traje", disse ela, esperançosa.

 "Não era mesmo dele," eu disse defensivamente.

"Como você pode ter tanta certeza?", Ela perguntou. Eu queria dizer a ela que foi o Nash que estava escondido dentro da fantasia, mas se voltasse para ele o que eu disse a ela, ele certamente ia contar que ele tinha me visto na floresta com Brandon.
"Eu só sei. . . "Eu disse. "Sempre prestativa para as pessoas", disse Ivy. "É por isso que você arrasa."

 Ivy começou a nos conduzir através do lado oeste de Run Legend.

 "E se um assassino salta para fora da floresta?", Ela perguntou de repente. Ela não estava acostumada a estar em áreas assoladas, e eu estava apenas um pouco acostumada com isso porque eu tinha ido visitar Brandon nos últimos meses. Mas Ivy estava assustada com a falta de tráfego e da população. "Você acha que nós vamos sair daqui vivas?"

 "Sim", eu tranquilizei.

 "O se acabarmos com um pneu furado? E os nossos telefones celulares não funcionarem? Ninguém vai saber que estamos em apuros e algum lugar"

" Acalme-se, "eu disse.

 "Você tem que admitir, é totalmente assustador aqui em volta. Como algum filme de terror. Por que não trazer Jake com a gente? "

     Eu podia ver por que ela achava que era assustador, com sombras fazendo imagens assustadores fora das árvores e estrada. Poderia fazer a imaginação correr. Mas eu aprecio a paz da paisagem  e me sentia acalma e tranquila.

 "Não é muito mais longe", eu disse. Eu estava ansiosa para chegar a sua casa também, mas por razões diferentes.

"Por que alguém iria querer viver aqui?", Perguntou ela. "Não existem luzes. E não há nada a fazer. "

" Algumas pessoas gostam de espaços abertos e da natureza ", eu disse. "Há tanta coisa para fazer. Caminhadas, canoagem, acampamento. Você pode até gostar. "
" Não há um shopping ", disse ela com uma risada. "Disse o suficiente." Finalmente, virou na rua de Brandon, e apontei para a uma unidade privada algumas jardas de distância. Ela seguiu adiante avistando uma longa estrada arborizada. (Estava escrito para traduzir algo como estacionar na garagem, mas Ivy continua seguindo em frente, então quer dizer que ela não estaciona. Então tive que mudar essa parte do texto.)

 "Onde isso está nos levando?", Perguntou Ivy. "Eu sei que não é um clube de campo."

 "Basta seguir," eu disse. Não demorou muito para a casa de seus avós estar à vista.

"É tão bonito e minúscula", disse ela quando chegamos perto. 

   Ivy estacionou o carro em frente à casa principal, e as luzes do Lexus iluminaram a pousada.

"Quem mora lá atrás?", Ela disse. "Algum louco?"

   Eu não ia dizer a ela que esta pousada era de Brandon, nem estava indo admitir a ela como eu sabia disso. O Husky dos avós de Brandon começou a latir como um louco na janela.

 "Nós temos que entrar?", Ela perguntou. "Eu tenho medo de sair do carro." Só então alguém estava de pé junto à janela de Ivy. Ela gritou um grito horripilante, fazendo-me gritar também.

 "O que há de errado?" Eu disse, meu coração quase estourando fora do meu peito. Então eu peguei a minha respiração e notei um sorriso familiar.

 "É apenas Brandon." Ela baixou a janela.

 "Você quase me matou de susto!", Ela disse. Mesmo na escuridão, Brandon estava exuberante. Seus olhos combinavam com a cor de sua camisa azul brilhante. Era difícil para mim não olhar e ainda mais difícil para mim não beijá-lo.

 "Eu aprecio vocês virem me buscar", disse ele pulando para o banco traseiro. "Isso é muito legal da sua parte."

 "Bem, é o mínimo que podemos fazer", disse Ivy, "depois que você encontrou o cão de Abby e tudo."

"Cara, eu vou ser o cara mais sortudo lá", disse ele. "Andando com as duas meninas mais bonitas na escola." O rosto de Ivy Iluminou.

    Ela estava lisonjeada pela sua atenção e cortesia. Jake e Dylan passava a maior parte de seu tempo jogando conversa fora na frente de suas namoradas.

"Esta parte da cidade é muito interessante", disse Ivy, de repente, no modo de flerte. "Eu sempre pensei que era encantador." O quê? Eu pensei. Os elogios tinha subido a cabeça.

"Pode ser mais fácil se você se virar", disse ele. "Pode te poupar de um backup."

 "Ah", disse ela. "Boa idéia." Ela dirigiu para a frente e virou-se na frente da casa de hóspedes de Brandon. As luzes iluminou a parte do quintal enorme.

 "Isso tudo é seu?", Ela perguntou.

"Meus avós '", ele respondeu. O lote era maior do que o dela, e ela ficou impressionada. Em seguida, vimos o jipe, que estava estacionado ao lado.

"Isso foi uma vergonha, alguém vandalizando o seu Jeep", disse ela, agora em causa. "Mas parece que você tem tudo isso."

 "Sim", disse ele. "Eu tive um pouco de ajuda." Eu nervosamente passei meu cabelo atrás da minha orelha.

"Então. . . o que esta achando de Run Legend? " Eu perguntei quando Ivy terminou de fazersua volta e começou a descer a unidade.

"Foi tudo bem".

"Você não parece ter um monte de amigos", disse Ivy.

 "Eu tenho o que eu preciso", disse ele. Agora o meu rosto corando.

 "E a skatista, Hayley?", Ela perguntou. "Ela é sua namorada?"

"Não, ela não é", disse ele.

 "Você tem uma namorada?", Ela perguntou, olhando para o espelho retrovisor.

 "Eu gostaria de pensar que sim."

"Então, quem é ela?" Ivy erguida. "Nós conhecemos?"

 "Sim, eu acho que você conhece."

 "Você deve dizer!" Ivy disse, animada para obter os bens em qualquer fofoca que podia, não importa de que lado da cidade ela estava vindo.
"Você sente falta de Glen Miller?", Perguntei, mudando de assunto. Ivy rosnou, e eu poderia dizer que ela estava desiludida por não obter as últimas novidades.

 "Eu estou começando a gostar-lo aqui", disse ele.

"Bem, caso você não tenha notado, esta cidade é realmente maçante", Ivy disse, como se ela não fosse parte de fazer isso acontecer. "Eu não sei porque, mas esse é o jeito que sempre foi. Muito ruim, realmente. "

   Nós estacionamos em frente a casa de Abby. Já havia uma fila de carros, incluindo o Beemer de Nash. Eu não tinha certeza de como ele iria responder sobre Brandon estar na festa, mas com Ivy o trazendo, eu percebi que ele não faria uma cena.
     Abby abriu a porta, e fomos imediatamente recebidos por Abóbora. Ela correu até Brandon, que acariciava como se ela fosse o seu próprio cachorro. Abby deu a Ivy e a mim um abraço.

 "Oi, Brandon", disse ela. "Vamos entrar." Abby lutou, tentando puxar abóbora por seu colar para que ela parasse de continuar a saltar sobre Brandon.

 "Parece que ela perdeu você", disse Abby.

    Demorou um pouco de tempo para Pumpkin se acalmar. Abby estava tentando despista-la, quando Brandon parou seu olhar com o cão. Abóbora relaxou ao seu lado. Então Brandon a acariciou novamente.

"Você tem um jeito com os cães", disse Abby.

   Nos encaminhamos para o segundo andar, para um foyer aberto. O Escritório do pai de Abby estava de um lado e uma grande sala de jantar estava no outro. Seu mobiliário era demasiado caro para se sentar, e a casa parecia um modelo de casa. Jake e Dylan e alguns outros que estavam pairando no foyer estavam obviamente, chocado ao ver Brandon em nossa circulo.
 "O que ele está fazendo aqui?" Jake murmurou para Ivy. "E por que você e Celeste foram pegá-lo?"

 "Abby queria convidá-lo como agradecimento por ele encontrar a abóbora. ", disse ela. Dylan não estava satisfeito também. Ele levou Abby pelo braço e sussurrou algo que eu não podia ouvir.

"Está tudo bem", disse ela, escovando-o fora. "É só uma festa."

 "Venha, rapazes", disse ela. "Você quer uma bebida, Brandon?"

     Abby estava sendo uma grande anfitriã. Nós a seguimos pela cozinha.

"Ei, Wolfie", disse Jake quando passamos por ele e Ivy beliscou seu cotovelo. "Pare com isso", disse ela com firmeza. Eu estava orgulhosa de ver minhas amigas defendendo o Brandon. Abby abriu o caminho para a sala principal com abóbora nos calcanhares de Brandon. Um grupo de estudantes já estavam bebendo, conversando e tendo um bom tempo. Todos os olhos estavam sobre nós quando os foliões foram surpreendidos ao ver um estranho como Brandon na festa de Abby. Abby nos entregou refrigerantes e nos encontrávamos em torno desajeitadamente. Não demorou muito para que Ivy se pendurasse em Jake enquanto Abby atendia seu namorado.

    Brandon e eu fomos deixados para conviver uns com os outros. Normalmente eu teria sido animada, mas desde que ele não era meu namorado, eu não poderia estar aconchegada com ele como minhas amigas e o resto dos casais estavam sendo.

 "Onde está Nash?" Ivy perguntou, seus braços drapejados sobre Jake com eles pendurados no sofá. "Eu acho que ele está do lado de fora", ele respondeu. Eu estava esperando que Nash estivesse na entrada quando chegamos com Ivy. Em seguida, ele teria visto nós três junto com Brandon, e o que teria sido menos chocante. A forma como ele estava vendo agora, parecia que eu tinha trazido Brandon sozinha. E, embora eu não me importasse com o que Nash queria e realmente não era por isso que Brandon estava aqui. Brandon e eu poderíamos estar juntos. Eu queria tanto me inclinar  contra ele, segurar sua mão, aconchegar com ele. Ele estava tão perto de mim, eu podia sentir o cheiro de amaciante de roupas em suas roupas e a água de colônia em sua pele. Feita para uma mistura celestial; o cheiro estava me deixando louca. Uma explosão de ar frio corria pela casa quando Nash veio de fora. Ele tinha um enorme sorriso no rosto até que ele me viu em pé com Brandon. Então seu sorriso voltou-se para uma carranca rancorosa. Ele cheirava a fumaça de cigarro. Nash não gostava de fumantes, então eu estava curiosa cuja companhia ele tinha estado.

 "Bem, se não é o Wolfman", disse Nash. O grupo de foliões olhou para ver a reação de Brandon.

"Nash-" Abby disse de repente vindo da cozinha. "Eu pensei que tivesse perdido você."

"Eu estava tomando um pouco de ar e quando voltei encontrei..."

 "Eu convidei Brandon para a festa", disse ela.

 "Você convidou?"

"Sim, ele salvou abóbora, então eu quis convidá-lo." Abby falou baixo, mas com força. Abóbora ainda estava ao lado de Brandon.

 "Ao que parece, você pensaria que abóbora era seu cão", disse Dylan. Vimos quando Brandon acariciava abóbora.

"Então vocês dois ainda estão se vendo?" Nash sussurrou para mim.

Eu podia ouvir o ciúme em sua voz. Eu não queria perturbá-lo, mas não era como Nash estivesse estado tão apaixonado por mim quando estávamos namorando. Ele agia muito diferente agora do que quando estávamos juntos.
     Nash colocou o braço em volta de mim e rapidamente se mexi para fora.

 "Ivy e Abby não sabem sobre ele e você?", Ele sussurrou novamente. "E o que eu vi?"

 "Shh!" Eu disse suavemente. "Ninguém sabe." Abby puxou abóbora longe de Brandon quando o cão continuava a querer estar em sua companhia. Ela abriu a porta traseira para deixar abóbora fora e Heidi Rosen e algumas outras garotas vieram de fora. Todos eles cheiravam a fumaça. Era evidente Nash não tinha me perdido.

     A forma como Heidi e as meninas olharam para nós me disse que o nosso plano pode ter saído pela culatra. Trazendo Brandon não assegurava a nova popularidade. Ele só garantiu para ele ser condenado ao ostracismo mais do que antes. Nós não estavamos sendo carinhosos, uma vez que ninguém estava incluindo Brandon em sua conversa e eu queria passar mais tempo com ele, então fiquei perto dele. Mas foi impossível obter qualquer tempo a sós com Brandon agora que Nash estava lá dentro da festa.
     Nash seguiu em torno de nós, pesquisou cada movimento que Brandon e eu fizemos, e tentou se levantar entre nós sempre que possível. Ivy e Abby ambos foram absorvidas em suas próprias missões-Ivy desfrutava Jake, e Abby gostando de ser uma anfitriã, então eu não podia sair com elas e não ser tentada a mostrar minha afeição por Brandon.

 "Então, você está convidando Brandon também?" Jake perguntou a  Ivy. "Eu não gosto de você trazer outros caras para as festas. Parece ruim. Mas eu definitivamente não quero que você convide outros caras para as festas da sua casa. "

" Nós vamos levá-lo para casa ", disse Nash.

 "Sim", confirmou Dylan. "Podemos ter uma conversa com o nosso novo amigo." Minha mente correu, e as imagens eram horríveis. E embora os nossos namorados não fossem violentos, nada de bom estava por vir deles indo levá-lo para casa.

"Não, eu vou ter certeza que ele chega em casa", eu disse.

"Mas você não tem um carro", Abby observou. "É justo, uma vez que nós o trouxemos", eu disse.

 "Agora estamos brigando por ele", Ivy jorrou.

 "Eu posso tomar minhas próprias decisões", disse Brandon. "Eu não acho que é uma boa idéia você ser levado para casa por nossas namoradas", disse Nash.

 "Suas amigas?" Brandon pressionou. "Você quer dizer Celeste?"

Nash sabia exatamente o que Brandon queria dizer.

 "Gente, vamos acalmar" eu disse.

 "Eu posso chamar um táxi," Brandon ofereceu. "Na verdade, eu vou chamar um agora." Ele enfiou a mão no bolso e tirou seu telefone.

"Um táxi?", Disse Nash. "Eu não acho que eles dirigem ao Westside. Eles podem levar um tiro. "

" É isso aí ", eu disse. "Eu vou te levar para casa." Nash rosnou.

 "Você não tem sequer um carro." Ivy repetiu a observação de Abby.

 "Podemos caminhar até minha casa daqui. Então eu posso levar Brandon de volta. Ele é nosso convidado, e eu não vou deixá-lo ser tratados assim. "

" Vamos nos acalmar ", disse Abby. "Esta é uma festa, pessoal."

"Eu acho que está ficando feia", eu disse. "Nós não estamos tendo um bom tempo, Abby. Sinto muito, mas alguns de seus convidados não sabem como se comportar. "

" Dylan, faça alguma coisa "Abby pressionou.
    O namorado dela levantou a mão como se fosse nos parar.

 "Não deixe a porta bater no caminho para fora", ele brincou. Abby jogou uma almofada nele. Ivy levantou-se.

 "Eu não quero dirigir de volta para o Westside agora", disse ela para mim. "Acabamos de chegar aqui. Vou tentar esfriar os caras. "

" Não se preocupe ", eu disse. "Você fica. Vou levá-lo de volta. "

" Mas você vai ficar a sós com ele, "ela me disse. "Eu vou ficar bem. Não há nada para se preocupar. Você viu, ele é muito educado. "

" Agora me sinto muito mal. Ele foi muito educado e nós o trouxemos para uma festa onde os rapazes foram horríveis. Era para ser divertido, não gosto da escola. "

" Eu sei, "Abby lamentou. "Eu queria ser uma boa anfitriã."

"Não se preocupe", eu tranquilizei ela, dando-lhe um abraço. "Você foi."

"Eu sinto muito, Brandon," Abby pediu desculpas. "Eu realmente gostaria que você ficasse."

 "Tudo bem", disse Brandon. "Eu aprecio o convite."

 "Pelo menos abóbora foi boa para ele," eu disse, encolhendo os ombros.

 "Eu não quero que você vá tão cedo." Ivy fez beicinho. Eu não estava saindo e proclamando o meu amor por Brandon para elas, mas eu esperava que minhas ações dissessem alguma coisa. Mesmo se eu não tivesse tão fortes sentimentos românticos por ele, eu ainda teria apreço por ele. Eu não gosto de ver os meus amigos tratando alguém tão mal. Nash e os caras estavam agindo para cima, e era um comportamento inadequado. Nash foi vaporizado. Eu estava saindo da festa com outro cara-a Westsider. E para piorar as coisas, não havia nada que ele pudesse fazer sobre isso.

 "Por favor, me chame quando você chegar lá", Ivy dirigiu. "Promete?"

"Claro", eu disse enquanto eu me dirigia para a porta da frente. Ivy estava sempre maternal para mim, desde esse primeiro dia que eu a conheci no ônibus. Ela gostava de cuidar de mim. Era uma de suas qualidades mais cativantes.

"Desculpe por isso," eu disse quando cheguei perto de Brandon. Ele estava esperando no poste da caminhada no jardim da frente.

 "Nash está apenas lutando por você. Eu não posso culpá-lo. "

" Você é muito gentil ", eu disse. Eu puxei a gola da minha túnica para cobrir minhas bochechas ruborizadas.

 "As pessoas estão realmente indo falar sobre isso agora", disse ele, "com você me levando para casa."

 "Deixe-os. Eu acho que eu estive esperando por isso. Mas estou mais preocupada com as repercussões para você. "

" Bem, se Nash faz dizer-lhes o que viu. . . ", Lamentou.

"Então eu vou dizer que ele está brincando." Começamos a caminhar na direção da minha casa.

"Bem, de qualquer maneira", ele começou, "Eu acho que estou me acostumando com isso."

"Você?", Perguntei. Doeu-me no interior profundo de saber que Brandon estava se acostumando ao tratamento negativo de minhas amigas, seus namorados, e outros alunos na escola. "Como você pode?"

 "Eu só me concentro em você."

"Isso é tão doce." Liguei meu braço com o dele e o apertei. "Mas deve ser difícil. Você não merece ser tratado do jeito que é. A nossa escola é tão chata. "

" Eu acho que todos eles são ", disse ele.

 "Era assim em Glen Miller?" Ele balançou a cabeça.

 "Então você se sentia sozinho também?" Em vez de responder, Brandon colocou seu braço em volta do meu ombro. Eu me senti quente no seu abraço. No entanto, quando ele era um lobisomem, ele realmente emanava calor.

 "Portanto, agora temos o resto da noite juntos", disse ele. "" Só nós. "

“Sim, só nós."

 "O que você gostaria de fazer?", Ele perguntou quando saímos da comunidade de Abby e pela calçada em direção a minha subdivisão.

 "Ver um filme?" Havia tanta coisa que eu queria fazer com Brandon. Ver um filme, fazer compras no shopping, assistir a um jogo. Todas as coisas que eu estava acostumada a fazer eu queria experimentar com ele. Continuamos a passear, amontoando em conjunto, quando viramos a esquina para minha comunidade. "Você gostaria de entrar?", Perguntei. Eu raramente tinha convidado Nash para entrar em minha casa. Desde que a sua casa era tão grande e a minha mais modesta, eu sempre senti que ele poderia pensar que ele estava namorando alguém baixo nível que o seu. Mesmo que os avós de Brandon tivessem acres de terra e vastos bosques que rodeiam sua casa, ele não parecia ser o tipo de pessoa que se incomoda por essas coisas. E mesmo que Nash não saisse e dizer qualquer coisa, eu me sentia autoconsciente. Mas com Brandon, eu me sentia como status material não importasse.

   Eu podia ouvir os latidos de Champ de dentro da casa quando nós caminhamos até a calçada.

 "Claro. Isso soa incrível. "Meus pais tinham saído a noite para jantar e um filme, de modo que não estariam em casa por um tempo. Eu pensei que era uma boa oportunidade para ficar a sós com Brandon, sem os aborrecimentos parentais habituais. Brandon me seguiu para dentro e foi recebido com entusiasmo pelos Champ, que abanou o rabo com ofegante excitação. Quando comecei a fechar a porta atrás de nós, notei um carro dirigindo pela rua. Era o  BMW de Nash. Eu rapidamente fechei a porta e ouvi o carro. Tirei meu casaco e levei o de Brandon. Eu queria ser uma perfeita anfitriã.
      Eu pendurei o casaco no armário do corredor em vez de deixá-lo no corrimão, como eu tendia a fazer com o meu. Brandon parecia ansioso para explorar a casa e enfiou a cabeça em torno de nossa porta de entrada. Champ seguiu-o como se ele fosse seu proprietário.

 "Você quer um tour oficial?", Perguntei.

"Claro." "Eu acho que vai demorar meio minuto," Eu disse com uma risada nervosa.

 "Não, sua casa é muito legal."

 "Bem, não é como a da Abby. Ou Nash. "

" Por que deveria ser? "Brandon estava certo. Uma explosão de energia correu através de mim com seu elogio quente.

 "Aqui está a nossa sala de jantar", eu disse, levando-o ao redor. Eu não poderia ajudar, mas têm um salto extra no meu passo. Champ ainda estava colado à Brandon. Eu tive que arrastá-lo para fora para dar Brandon espaço para respirar. "Esta é a nossa cozinha e sala da família. E os quartos estão lá em cima. "Como nós dois estavavamos na minha cozinha, eu estava nervosa. Mesmo que eu tivesse estado na casa de Brandon muitas vezes, eu me sentia estranha. Afinal, ele tinha sua própria casa de hóspedes, uma colina que se prolongava por dias, e sua própria pista de patinação. Eu obsessivamente passei meu cabelo atrás da minha orelha e continuei contorcendo em minha posição.

"Como você pode ver, não é um castelo como Nash e de Abby."

 "Eu acho que esta casa é grande. Ele tem caráter, como você. "Seu sorriso me derretia, e ele segurou minhas mãos. "Eu estive esperando para fazer isso a noite toda." Eu estava esperando, também, desde que eu o vi entrar no SUV de Ivy. Ele me puxou para ele e beijou-me muito tempo e com tanta paixão que eu tinha que inclinar-se contra a mesa para não desmaiar.

    Aqui estava eu em pé na minha cozinha beijando Brandon Maddox. Era tão longe de qualquer coisa que eu já tinha imaginado acontecendo.

 "Nós podemos ficar aqui", eu disse. Liguei a TV. "Talvez haja um filme sobre. O que você gostaria de assistir? "

" Você não vai me mostrar o seu quarto? ", Perguntou.

"É uma bagunça total. Eu não estava esperando que você viesse. "

" Eu sei. Eu apenas pensei que seria bom ver onde você fica. Então, podemos voltar e assistir TV. "Eu o levou até as escadas, onde alguns dos nossos quadros familiares estavam alinhados na parede. Corei quando passamos por um de mim como um bebê. "Eu odeio isso."

 "Não, é bonito."

 "É tão estúpido. Mal tinha qualquer cabelo. "

" Bem, você poderia ser como eu em algumas noites por mês, teria muito. "Nós dois rimos.

Era estranho. Eu me senti tão tonta com Brandon na minha casa sozinho comigo. E pensar que ele também era um atraente lobisomem me fazia sentir ainda mais apavorada.

 "Wow", disse. "Isso é legal."




 Meu quarto estava pintado de azul claro com cortinas azuis escuros. Nós não haviamos refeito meu quarto em anos, e agora eu não tinha certeza se eu gostaria de ter. Eu tinha uma coleção empoeirada de cavalos de porcelana, pilhas de livros usados ​​em prateleiras, e meu laptop na minha mesa de cabeceira. Notei um sutiã rosa descansando em meu cesto. Corri para ele, esperando que ele não o notásse antes que eu pudesse recuperado-lo. Eu me senti envergonhada quando eu levanteo a tampa e rapidamente o joguei dentro.

 "Então, você quer voltar lá embaixo agora?", Perguntei.

 "Não, isso é incrível." Ele vagou pelo meu quarto, examinando as minhas imagens e estatuetas.

     Sua camisa ainda estava na minha mesa de cabeceira. Eu tinha mostrado a ele para provar que eu ainda a tinha, mas como ele não tinha pedido de volta. Como ele não tinha solicitado a ser devolvido, eu continuei com a camisa no meu criado-mudo. Eu nunca admiti isso para ele, mas às vezes eu ainda a segurava enquanto eu dormia.

 "Você ainda tem a minha camisa", disse ele.

 "Eu estava esperando que você não visse isso." Ele estendeu a mão para mim e pegou minhas mãos, então me puxou para ele. Eu senti como se ele fosse me beijar, bem aqui no meu quarto. Aqui, onde eu sonhei com ele tantas noites e escrito seu nome uma dúzia de vezes em cada um de meus cadernos. Brandon não era uma estrela correndo pela escola, mas ele poderia muito bem ter sido. Ele era tudo músculo; Eu me sentia pequena e delicada em sua presença.

    Ele segurou meu rosto com as mãos quentes e me chamou para seu encontro e me beijou.

"Agora você está pronto para ir lá embaixo?", Perguntei.

"Uh. . . Ainda não. "Eu me inclinei para outro beijo quando ouvi o som da abertura da porta da garagem.

"Meus pais estão aqui!", Eu disse. "Eles não deveriam estar de volta tão cedo!" Ele riu como o quão perturbada eu me tornei.

 "Eu acho que o seu pai pode ficar chateado se ele chegar em casa e me encontrar em seu quarto."

 "Ainda bem que não é uma lua cheia ou nós realmente estariamos em apuros", eu disse. Minha irmã mais velha, Juliette, tinha caras em seu quarto o tempo todo quando ela morava em casa. Mas eu não tinha a reputação que minha irmã tinha e estava esperando para evitar um. Brandon e eu corremos lá embaixo. O televisor foi ligado a QVC, e não o tipo de show que dois jovens de dezessete anos estavam normalmente absortos em uma noite de sexta-feira. Ele gritou, Nós estávamos fazendo para fora!

    Eu rapidamente mudei para um canal de filmes, quando a porta abriu.

"O que você está fazendo em casa?" Minha mãe perguntou quando ela entrou na sala de família. Então ela notou Brandon sentado ao meu lado.

"Oh, oi", disse ela. "Eu não sabia que você tinha companhia."

Brandon levantou-se e estendeu a mão para os meus pais.

"Este é Brandon," eu disse. "Brandon, estes são meus pais." Meu pai deu Brandon um aperto de mão firme. Ele pareceu surpreso ao ver um menino em nossa casa.

"Eu pensei que você estava na festa de Abby", disse minha mãe.

"Nós estávamos, mas Brandon precisava de uma carona para casa assim que nós paramos aqui para pegar meu carro. E nós decidimos assistir TV um pouco. "

" O filme que queríamos ver estava esgotado "meu pai disse," então nós vamos ter que esperar para vê-lo amanhã. "

"Isso é bom", disse eu, sem saber o que dizer. "Bem, não vamos atrapalhar," minha mãe disse. Meu pai continuou a pairar.

 "Uh. . . tudo bem. Eu estava prestes a levar Brandon para casa ", eu disse.

"Não, vocês dois podem assistir TV," minha mãe ofereceu.

 "Está ficando tarde," Eu disse quando fomos para nossos casacos. Eu não tinha vontade de deixar os meus pais me envergonharem com suas brincadeiras, então eu e Brandon saímos pela porta da frente. Quando entramos no carro, liguei o rádio. Quando eu estava mudando as estações, "Fly Me to the Moon" estava tocando numa dessas estações de musicas antigas.

 "Essa é a nossa música!", Eu disse. Brandon e eu cantamos juntos com Frank Sinatra, tentando lembrar de todas as palavras e os arremessos corretos e rimos de nós mesmos. Quando a música acabou, meu intestino estava com dor de tanto rir. Eu tinha acabado de estacionar em frente a sua casa de hóspedes quando Ivy ligou.

 "Onde você está?", Ela perguntou. Eu podia ouvir os sons de foliões no fundo.

"Eu estou saindo da casa dele."

 "Agora? Mas você deixou há muito tempo. Eu estava esperando que você fosse voltar para a festa. "

" Demorou um pouco mais do que eu pensava ", eu disse, segurando o telefone longe de Brandon.

"Eu estava preocupada com você. Você não me ligou. "

" Eu estou bem. "

" Me desculpe, eu não ir com você. Eu acho que eu deveria ter ido, mas eu queria- "

" Não se preocupe com isso, realmente ", eu disse. Eu estava agradecida que minha amiga tivesse permanecido na festa. Se não, eu não teria tido um tempo com Brandon na minha casa ou sozinhos no meu carro.

"Como foi leva-lo por si mesma? Ele fez um movimento? ", Ela brincou. Eu estava morrendo de vontade de dizer que tinha beijado pouco tempo atrás. Eu sinalizei para Brandon, que estava fazendo o seu melhor para ser paciente enquanto eu falava.

 "Pare", eu disse. "Deixe-me ligar de volta quando eu chegar em casa. Eu não quero dirigir e falar. "Eu desliguei e me virou para Brandon. Estava escuro, mas a luz da lua brilhava em seu rosto lindo.

"Eu realmente sinto muito sobre a festa," eu disse a Brandon. " Não saiu como planejado."

 "Eu não me importo", disse ele. "Eu tive que estar com você. Ver seu quarto. Conhecer seus pais. E obter um beijo. "Corei e saímos do carro. Enquanto estávamos fora de sua casa de hóspedes, ele colocou as mãos nos bolsos e olhou para mim. "Isso foi muito agradável de você ficar por mim na frente de seus amigos", disse ele.

 "Você está sempre fazendo isso."

"Eu me sinto mal porque eu não disse a Ivy e Abby sobre nós ainda. Você sabe que eu quero. "

" Mas nós concordamos por que você não deve. Não é porque eu sou do Westside. É porque eu sou u - "

" Bem, espero que possamos ter isso corrigido em breve. Não vai demorar muito até que seu pai venha aqui. "

" Sim, e então nós podemos finalmente ficar juntos. "

" Nos corredores ", eu disse. ". . . e na hora do almoço ", acrescentou. ". . . e em toda parte, "eu confirmei. Nós permanecemos por um momento, perdidos em pensamentos românticos, e então ele me puxou e me beijou.

 "O que você vai fazer amanhã?", Perguntou. "Eu estava indo para o jogo com Ivy e Abby. Mas eu prefiro estar com você. "

" Talvez você devesse passar algum tempo com elas ", disse ele, envolvendo-me em seus braços. "Desde que você as deixou esta noite, eles poderiam ficar loucas?"

"Mas eu realmente prefiro estar com você." Eu me senti tão quente e aconchegante no seu abraço. Ele se inclinou e me beijou novamente. Calor subiu em todo o meu corpo; Eu não queria estar em qualquer lugar, ao lado de seus lábios. Então seu cão começou a latir, e uma luz se acendeu na janela do quarto da casa principal e nosso momento foi quebrado.

 "Ligue-me quando chegar em casa", disse ele, me caminhando para o meu carro.
"Eu quero ter certeza de que está tudo bem." Eu tinha dois guardiões, Ivy e Brandon. Dois pólos opostos, mas ambos os meus melhores amigos.

    No dia seguinte, acordei cedo. Eu tive febre primavera. Eu estava tão em êxtase sobre estar com Brandon que eu não conseguia me conter. Não através de sono, estudar, ou falar ao telefone. Meio-dia, eu encontrei Ivy e Abby em Hotspots para o café. Eu escolhi um café com leite descafeinado alto, porque eu já estava até sensacionalistas sobre Brandon.

"Então o que aconteceu quando você levou para casa?" Abby perguntou ansiosamente.

"Nada realmente." Mas a memória de beijar Brandon trouxe um enorme sorriso ao meu rosto.

"Será que ele fez nenhum movimento sobre você?", Perguntou Abby.

 "Ele disse que tinha uma namorada", disse Ivy.

"Ele tem?", Perguntou Abby.

 "Sim." Ivy estava orgulhoso de ter informações de que Abby não estava a par ainda.

 "E ele também disse que conhecemos. Eu ainda acho que é essa garota skatista. "

" Sério? ", Disse Abby. "Ele não o vi sair com ninguém na escola."

 "Mas ela se senta em sua mesa", disse Ivy.

 "Tão próximo a ele," Abby desafiando.

 "Quem quer que seja", Ivy disse: "Eu não gostaria de ser ela." Meu sorriso se curvou. Comentário da minha melhor amiga cutucando. Meu estômago estava vazio, e derramar um café com leite, não estava indo para fazê-lo se sentir melhor.

 "Por que não?" Eu disse defensivamente. "Não há nada de errado com ele. Ele era bom para você. "

" Ela não é doce, ainda tendo piedade de os necessitados? ", Perguntou Ivy.

"Por que você iria se sentir mal por sua namorada?" Eu desafiei.

 "Todo mundo merece amor."

 "Você pensa assim", disse Ivy com um sorriso. "Eles merecem," Eu proclamei. "E isso não é certo, julgar as pessoas apenas porque eles vivem no lado oposto da cidade."

    Eu teria dito a minha amiga ali mesmo que eu era a única que estava apaixonada por Brandon Maddox e que era eu quem ele era referindo-se como a namorada que ela conhecia. Mas quando eu olhei em seus olhos azuis, recordei o cinza intenso de olhos do homem-lobo de Brandon, e eu sabia que isso não era sobre eu ser hipócrita, mas sobre ele estar seguro.

"Relaxe", disse Ivy. "Eu não queria começar uma discussão. Eu só me sinto mal porque aquela garota, obviamente, não acho que o suficiente dele para se sentar junto dele na hora do almoço. Isso é tudo. Eu acho que você concordaria com isso. "

      Eu estava de acordo. A namorada de Brandon deve sentar-se com ele, mas desde que eu era a única a sair com ele e tivemos tantos obstáculos em nosso caminho, nós não passamos a nossa hora do almoço juntos. Mas, novamente, eu não poderia dizer-lhes tudo isso.

 "Quando você o levou para casa", Abby começou, "você não perguntou a ele quem era ela?"

 "Uh. . . não ".

" Você precisava! "Ivy repreendeu. "Abby e eu vamos descobrir."

"Talvez não seja da sua conta", disse eu. "Se ele queria que nós e toda a escola soubessem, ele estaria sentado com ela, também."

"Nós vamos chegar ao fundo da questão", disse Ivy. "Ninguém vai ter um segredo nesta escola sem o nosso conhecimento sobre ele!" Minhas amigas riram descontroladamente.

"O que aconteceu na festa?" Eu perguntei, mudando de assunto. "O que eu perdi?"

 "Nada importante", disse Abby. "Jake perdeu suas chaves. Heidi Rosen derramou sua bebida em seu vestido skintight. Dylan quebrou o globo Las Vegas de neve da minha mãe. O material da festa de costume. "

" Você já falou com Nash desde que você saiu? ", Perguntou Ivy.

“Não. . . ainda não ", eu respondi.

 "Ele estava realmente furioso", disse Ivy. "Ele tentou esconder, mas eu poderia dizer. Ele até deixou a festa, dizendo que ele estava saindo para conseguir mais algumas bebidas, mas eu senti que ele realmente ia segui-la. "

" Eu acho que eu o vi ", eu confessei. "Sim, isso foi inteligente de você levar Brandon casa", disse Ivy. "Ele fez Nash ainda mais louco sobre você."

 "Mas não é por isso que eu fiz."

"Bem, de qualquer forma, ele ajudou" ela me disse.

"Eu espero que você não se importe que eu não o levasse de volta", disse Ivy. "Eu queria ficar na festa."

 "Não se preocupe", eu disse. "Mas eu estava esperando que você voltasse", disse Ivy.

 "Sim, eu também", concordou Abby.

 "Portanto, nada suculento aconteceu?", Perguntei. "Eu acho que Heidi quer voltar com Nash", disse Abby.

"Eu pensei que não estávamos indo contar," Ivy agarrou.

"Eu sei, mas ele não gosta de Heidi, então qual é a diferença?"

 "Está tudo bem", eu disse. "Talvez eles sejam feitos um para o outro."

 "De jeito nenhum!" Ivy agarrou novamente. "Ela é uma vagabunda. E ela não é você. "

" E se você não está com Nash, "Abby começou", então quem esta?”

Eu não respondi. Mas eu vi a imagem de Brandon olhando para mim de fora de sua casa de hóspedes.

 "Se você não sabe," Ivy perguntou, "então quem sabe?" Dei de ombros.

"Eu conheço alguém que vai saber", disse Abby. "Quem?" Ivy e eu perguntamos em uníssono.

"Dr. Meadows ", disse Abby confiante. "Ela sabe tudo."


             
                                     

Nenhum comentário :

Postar um comentário

* . Comente aqui o que você achou da postagem , se gostar vire seguidor do blog. * sua presença é muito importante.